terça-feira, 5 de abril de 2011

Persistência dos dentes de leite (decíduos)

A persistência dos dentes de leite significa uma falha na troca dentária. Pode ser encontrado com freqüência em filhotes de raças pequenas (por exemplo: yorkshire, maltês, poodle, shih-tzu e lhasa-apso). Os dentes mais acometidos são os caninos, mas também é visto em incisivos e pré-molares. A principal causa é genética. A extração do dente de leite é recomendada, pois pode acelerar o acúmulo do "tártaro", chamado de cálculo dental. Para a maioria das pessoas a dúvida é quando extrair este dente. A troca dentária se inicia por volta de 4 meses e termina próximo dos 7 meses. Se após este período for notada a dentição dupla, sugere-se a cirurgia para a exodontia. Neste caso, já é possível notar presença de tártaro sobre os dentes, principalmente quando não há escovação dentária. (visto na foto abaixo). Outro detalhe importante é quanto mais o dente de leite persiste no paciente, mais aderido ao osso o que torna a extração mais demorada e lenta, precisando de desgaste ósseo na maioria das vezes para a completa remoção.

Um comentário:

  1. Oieee, que bacana seu blog!!!

    Estou passando por aqui só para convidar você para conhecer meu blog.

    Quando puder passe por lá, vai ser um prazer ter sua companhia!!!

    Bjs
    www.tatidesignercake.blogspot.com

    ResponderExcluir