quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Fraturas dentárias x Tratamento de Canal


Imagem do sangramento indicando exposição pulpar.
Quando a fratura é antiga não há sangue, apenas o orificio do canal exposto.

Como a incidência de cáries é baixa, a fratura acaba sendo um dos principais motivos para realizar um tratamento de canal.

Todo e qualquer dente que apresente fratura, com ou sem exposição da polpa, deve ser tratado!

A fratura é uma porta de entrada para microorganismos, e por sua vez pode acometer órgãos como rins, fígado e coração.


Os traumas onde inicialmente não há alteração dental visível, também podem demonstrar a morte da polpa com o tempo, através da alteração da coloração (róseo a marrom). Em alguns destes casos há a necessidade do tratamento de canal, pois uma vez morta a polpa, bactérias migram até lá por via endógena (sangue) podendo causar abscessos e se tornar um foco de infecção


A ausência do tratamento acarreta em dor e futuramente fístulas (como demonstrada na postagem anterior).

Fratura em lasca, com exposição da dentina, sem exposição do canal.

Uma das principais causas de fraturas dentárias ainda é o hábito de roer. Portanto cuidado com móveis, objetos, brinquedos e principalmente ossos! 


Um comentário:

  1. Oi Dra., td bem? Os textos estão ótimos e muito úteis para nós veterinários!
    Que bacana que vc está tratando do cão da Dra. Marina, amiga minha.
    Abs,
    Daniel Lima

    ResponderExcluir