quarta-feira, 3 de março de 2010

Cárie

Pouco freqüente em cães, com uma incidência de aproximadamente 5% nos cães e gatos. As  principais áreas de aparecimento são as fossas oclusais do primeiro molar superior, face vestibular de caninos e primeiro molar inferior. A baixa incidência se justifica pelo fato da dieta não cariogênica, anatomia dental (pouca área oclusal), ph bucal básico 7,0 a 9,0 e nível alto de úreia salivar.



Imagem de uma cárie em um cão da raça poodle, fêmea



2 comentários:

  1. Linda imagem!! Nunca tinha visto cárie assim, logo em 408... muito legal! Parabéns sua sortuda, te odeio!! hahahaha Just for fun:)

    ResponderExcluir
  2. Só a gente para achar linda né! Também achei! Saudades de você!!

    ResponderExcluir